Justificativa

Os nódulos tireoidianos são muito frequentes na população geral, podendo segundo alguns estudos, chegar a até 68% da população. Apesar de a grande maioria dos nódulos serem benignos, a possibilidade de uma doença maligna deve ser descartada.

Neste contexto, este estudo tem o objetivo de avaliar a importância do uso da termografia na investigação de nódulos tireoidianos e o seu real papel na identificação de nódulos malignos. Este exame é de baixo custo, fácil realização, sem riscos e pode ser um instrumento adicional na identificação de nódulos tireoidianos suspeitos de malignidade.